A tecnologia do rádio digital e sua implementação no mundo atual.

Últimas

Vinhetas do RadioLog

Enzo Caritá

Juliana Garbini

Juliano Grimaldi

Tamires Cardoso

Gianpaola Alves

FIZTV e Direitos Autorais na Semana de Multimeios de 2007.

A Semana de Multimeios de 2007, realizada entre os dias 21 e 25 de maio, na PUC-SP, abordou diversos temas. Neste post vamos nos concentrar no que foi discutido na 3ª feira, dia 22/05, durante uma mesa sobre Tecnologias Sociais.

Os principais assuntos debatidos na mesa foram os direitos autorais dentro das mídias atuais e como divulgar seus próprios trabalhos dentro dos novos meios de comunicação.

É muito importante pensar na questão dos direitos autorais se for pensado como eles vão funcionar dentro do rádio digital. A indústria fonográfica é extremamente cuidadosa ao proteger o que ela produz. Mas com o rádio digital isto terá que ser revisto, afinal, se o sistema realmente se firmar no mundo inteiro haverá algumas mudanças. É claro que as grandes rádios provavelmente sobreviverão à transformação e continuarão funcionando da mesma maneira. Mas novas rádios surgirão, não só radios que transmitem pelo ar, mas também pela Internet. Os podcasts estão ganhando grande espaço e muitas pessoas estão podendo criar rádios pessoais e gratuitas para quem quiser ouvir. Como funcionará para um garoto que tem um podcast de boa visibilidade tocar as músicas de suas bandas favoritas? Existirá alguma restrição por parte das gravadoras? Um podcast com músicas protegidas por direitos autorais é considerado um produto criminoso? Isto pode ser respondido nesta citação:

“Analisado sob o aspecto técnico-jurídico em foco, o termo “reprodução” possui sentido específico, restrito à “produção de exemplares” [26]. O inciso VI, do artigo 5º, da Lei nº 9.610/98 define reprodução como “a cópia de um ou vários exemplares de uma obra literária, artística ou científica ou de um fonograma, de qualquer forma tangível, incluindo qualquer armazenamento permanente ou temporário por meios eletrônicos ou qualquer outro meio de fixação que venha a ser desenvolvido”. Como se verifica, a fixação não autorizada pode infringir o direito exclusivo de reprodução, ainda que resulte em apenas um exemplar e mesmo que ele não seja vendido ou distribuído a terceiros.”

Esta citação foi retirada do site: http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=7460
Neste site é bem discutido como funciona atualmente os direitos de distribuição e reprodução em pocasts.

Quanto a parte de divulgar seu trabalho, compareceu na Semana de Multimeios o Marcelo Botta, representante do novo Canal Fiz. Este canal transmitirá apenas conteúdos produzidos por pessoas comuns e enviados pela Internet, através do site do mesmo. Esta idéia funcionaria perfeitamente para o rádio digital. Com a facilidade que temos hoje em dia de gravar um programa de áudio em um computador pessoal, celular e até mesmo em máquinas fotográficas, seria muito interessante termos um espaço no rádio digital em que o conteúdo seria enviado pelos ouvintes. Hoje em dia já temos os chamados “repórteres cidadãos” que ligam para as rádios dando informações do trânsito, etc. Mas com as novas mídias móveis, a Internet, a facilidade de produzir em PCs e as oportunidades que devem surgir com o rádio digital, seria uma ótima idéia dar uma chance dos ouvintes produzirem programas mais desenvolvidos para serem incluídos nas programações das rádios. Seria o mesmo conceito do Fiz, aplicado no rádio.

post: Juliano e Tamires

Mapa de Navegação

Mapa do Site

post: Enzo

Tecnologia Podcasting

*PODCASTING* 

 Tecnologia Digital 

podcasting_globe_with_headset_id108564_size4201.jpg 

O que é podcasting?
É uma forma de publicação de programas de áudio, vídeo e/ou fotos pela
Internet que permite aos utilizadores acompanhar a sua atualização.

Origem da palavra Podcasting:
A palavra “podcasting” é uma junção de iPod – um aparelho que toca arquivos digitais em MP3 – e broadcasting  (transmissão de rádio ou tevê).

  • podcast são arquivos de áudio que podem ser acessados pela internet.

  • Estes áudios podem ser atualizados automaticamente mediante uma espécie de assinatura.

  • Os arquivos podem ser ouvidos diretamente no navegador ou baixados no computador.

  • É possível em qualquer lugar ouvir.(porém é limitado).

  • Ao baixar arquivos é possível transmitir para mp3 ou o próprio computador.

Como funciona o Podcasting?

Os programas ou arquivos, gravados em qualquer formato digital,
 ficam armazenados num servidor na internet. Por meio do feed RSS,
que funciona como um índice atualizável dos arquivos disponíveis,
 novos programas de áudio, vídeo ou fotos são automaticamente puxados para o
leitor através de um agregador, um programa ou página da internet que verifica os
diversos feeds adicionados, reconhece os novos arquivos e os puxa de maneira automática
 para a máquina. Os arquivos podem ainda ser transferidos para leitores portáteis.

 Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Podcasting

Podcasting: primeiros passos para entender e ouvir  

http://musica.uol.com.br/ultnot/2005/07/29/ult89u5843.jhtm

**Podcast Grátis**
Baixe ou Crie seu Podcast www.Podcast1.com.br   

post: Juliana

Transmissão e recepção do DAB.

Transmissão de Digital Audio Broadcasting(DAB)

dab_signal_generation.jpg

Recepção de Digital Audio Broadcasting(DAB)

dab_receiver.jpg

Fonte: http://www.worlddab.org/eureka147.php


Post: Juliano

RádioLog: O Projeto.

Tema: A tecnologia do rádio digital e sua implementação no mundo atual.

Objetivos: O objetivo da pesquisa sobre rádio digital é estudar as mudanças nas transmissões de rádios, tanto na parte de qualidade e tecnologia como também na parte de conteúdo. Além disto descobrir como e quando esta tecnologia chegou no mundo e no Brasil e que mudanças ela trouxe.

Justificativa: O rádio digital trará não só qualidade para a transmissão como possibilitará que novas rádios surjam e também que ocorra uma integração de outras mídias para
as transmissões. É interessante estudar como isto ocorre e porque e também que
mudanças trará tanto para ouvintes quanto para transmissores.

Pesquisa:

Sobre a chegada do rádio digital no Brasil
http://www.bocc.ubi.pt/pag/bianco-nelia-radio-digital.pdf

http://webinsider.uol.com.br/index.php/2005/10/26/o-radio-digital-ja-comecou-no-brasil-sabia/

Sobre a rádio digital na web e a rádio livre:

http://www.radiolivre.org/digitalizacao

Gráficos sobre a utilização de sistemas digitais:

http://www.rajar.co.uk/quarterlysummary/qstsvfiles/138/Q42006_Digital_DTV_Internet_Mobile.pdf

Informações gerais sobre o DAB:
http://en.wikipedia.org/wiki/Digital_Audio_Broadcasting
http://www.worlddab.org/
http://www.digitalonline.co.uk/guides/

http://www.bbc.co.uk/rd/pubs/papers/paper_21/paper_21.shtml

Informações sobre o DAB em vários países:

http://www.wohnort.demon.co.uk/DAB/

Rádios digitais do Reino Unido:

http://www.ukdigitalradio.com/home/default.asp

Post: Juliano, Tamires e Gianpaola

Kiss FM é a primeira FM Digital do Brasil.

Kiss FM

 

“A estação de Classic Rock, Kiss FM, passou a transmitir sua programação no sistema digital simultaneamente com o analógico.


A tecnologia Rádio HD, capacita estações de rádio AM e FM a transmitirem seus programas digitalmente. Essas transmissões digitais suprem seus ouvintes com uma qualidade de áudio radicalmente melhorada. A tecnologia oferece ainda serviços de dados, em tempo real, como músicas exibidas, informações dos artistas, meteorologia, alertas de tráfego, da mesma forma que as atuais AM e FM analógicas.
O rádio HD possibilita a oportunidade dos transmissores de FM, o “Multicast”, ou seja, estes têm a possibilidade de adicionar suprimento para uma segunda programação para sua decorrente transmissão. Por exemplo, uma estação transmite seu sinal analógico regular na 102,1FM, com o sistema digital poderá transmitir além deste primeiro sinal, um segundo sinal, ou seja, seu receptor poderá ouvir além da música classic rock (qualidade de CD, cristal limpo, sem estalos e zumbidos) um texto de rolamento que exibe a informação sobre o que se está ouvindo: Nome da musica, cantor, banda. Ou até mesmo transmissões simultâneas de mais de uma programação de áudio. No caso da Kiss FM estamos transmitindo o canal normal analógico mais o canal principal digital com a mesma programação.
No modo multicast existe um segundo canal digital de áudio que poderia estar passando uma programação totalmente diferenciada, ou as melhores músicas da Kiss, ou reprise de um programa especial, um show, etc,. que futuramente poderá ser adotado pela Kiss FM.”

Notícia publicada em 19/10/2005 no site: “http://www.geek.com.br/modules/noticias/ver.php?id=2716&sec=3″

Post: Juliano

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.